Translate

02/11/2010

BRINCADEIRAS DA INFANCIA




Se você tem certa idade
Então deve se lembrar
De quando era criança
Gostava de brincar
Não existia violência
Nem risco de machucar

Há de se relembrar
Os bons tempos de paz
Onde havia respeito
Entre a moça e o rapaz
As brincadeiras de antes
Hoje, só lembrança nos traz

 Na rua toda de terra
Jogava bolinha de gude
Depois da tarefa escolar
Podia nadar no açude
Colar papagaio com grude
Ou então brincar de Pude

Se chovia jogava finca
Na terra macia e molhada
E se ali formava uma turma
Era a hora da pelada
No barranco a meninada
A de fora era esperada

Muitos preferiam as pipas
Sem cerol de cortar a mão
Outros gostavam de correr
Brincando de Pega Ladrão
E alguns mais quietinhos
Distraiam jogando Pião

Havia uma brincadeira
Que era pura emoção
Uma garrafa de duas bocas
Era desenhada no chão
Passava-se de um lado a outro
Para não ser pego no Garrafão

Brincar de pular corda
Era para turma animada
Eles de Rouba-Bandeira
As meninas na Queimada
Haja energia para a turma
Que nunca se cansava

Todas elas de mãos dadas
Alegres em roda cantava
Samba lê lê esta doente
Esta com a cabeça quebrada
Samba lê lê precisava
É de uma boa palmada

Outras mais comportadas
Ficavam contando historinhas
Brincando de Passar Anel
Ou lendo uma revistinha
Também reuniam na varanda
Cozinhando de mentirinha

Havia até competição
De acertos no Bilboquê
Para iniciar a brincadeira
Era com “sala me mim guê
O sorvete colorido
A escolhida foi você

 No terreiro de toda casa
A distração era a Amarelinha
No quarto passavam horas
Se fazendo de mamãe filhinha
Brincando de Pêra Uva Maçã
Ou jogando ioiô de gominha

Atirei o pau no gato
Mas o gato não morreu...
Não se canta mais a musica
No passado alguém escreveu
Já ninou muita criança
Hoje, todo mundo a esqueceu

Pergunte uma criança de hoje
É provável não vai responder
Como que se joga Benti-Altas
Porque não veio a conhecer
Esta divertida brincadeira
O tempo nos fez esquecer

Também não vai entender
Porque não conhece nem viu
As aladas formigas Tanajuras
Que tanto nos divertiu
Correr, pular e pega-las
Não da mais porque ela sumiu

 Brincar de fazer cabana
Tico Tim Queimado, Bambolê
Três Marias, Cobra Cega
Atualmente a gente não vê
Mãe da Rua, foi esquecida
Ninguém sabe porquê

Hoje não tem rua de terra
No asfalto é perigoso brincar
Os veículos trafegam velozes
Com perigo de acidentar
E ainda existe o risco
De um moleque assaltar

 Mas tem uma explicação
Talvez seja esta a questão
A violência tomou conta
De fora do nosso portão
Brincar no computador
É a melhor a solução.
-------------------------------

10 comentários:

Regina Pereira disse...

RENATO,QUE BOM QUE VOLTOU A ATIVA...
O CORDEL FICOU MARAVILHOSO, PORÉM DEVO CONFESSAR QUE TEM ALGUMAS COISAS QUE NÃO CONHEÇO...TALVEZ VALHA A PENA (PARA OS MAIS NOVOS CONHECEREM) VOCÊ EXPLICAR AS BRINCADEIRAS...
BJ REGINA

Badu disse...

Como é bom voltar a ser criança, Renato vc me fez lembrar daquele tempo que não volta, mas que esta sempre na memória quando brinco com meus netos.
Parabéns belo retorno.

Iris Scarabucci disse...

Renato,
Que bom sua criatividade e inteligência. Amei sua sacada.Muito legal.
Abração.

Anônimo disse...

Renato, parabéns, muito bom o seu cordel. Brinquei muito na infância, só não conheço "Benti-Altas", você me pegou. Pode explicar esse jogo?
continui, você é um cordelista primoroso.

Abraços, Monica

matia misllent disse...

e muito legal hoje e sosial

time of games disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
time of games disse...

eu sou criança e sei como brinca de benti-altas é um jogo que usa um pau uma bolinha e duas casinha a gente tenta derrubar a casa do outro e defende a casa com o pau se a bola voar longe a pessoa que jogou deve colocar o pal na casa do outro 3 ou os pontos que vc quiser

Anônimo disse...

VAI CAGAR CORDEL LIXO
UMA MERDA EU FAÇO MELHOR
APRENDE A FAZER CORDEL DE POIS VOCE PUBLICA

LIXO LIXO LIXO LIXO LIXO LIXO LIXO LIXO LIXO LIXO LIXO

Anônimo disse...

lixo e vc

lisa disse...

Renato,
Vc me fez lembrar de varias brincadeiras da minha infancia e q infelizmente minha Dudita não vai poder brincar.Minha infancia foi mto rica em brincadeiras....nao sei onde eu deixei aquela criança ativa ,ficou no passado,ne?
Adoro ler o q vc escreve !
Tenha um otimo dia !!!
Ah!!!! A
dorava subir em arvores...e ver a paisagem de cima ,era minha aventura preferida,rsrsrsrs.